Yacht Club Santo Amaro

English
English

Fechar

Notícias

Alex Veeren e Andrey Godoy lideram na STD e 4.7

Ventos fortes, com rajadas de 20 ns, marcaram primeiras regatas vlidas do campeonato.

O 43º Campeonato Brasileiro de Laser Standard e 4.7 teve seu primeiro dia de disputas válidas marcado por chuva fraca e vento forte na represa de Guarapiranga, zona sul da capital paulista. 
 
Os velejadores sofreram para terminar as duas regatas desta terça-feia, dia 17, devido às rajadas que chegaram a mais de 20 nós. Diversos barcos viraram nas manobras e perderam importantes posições, como foi o caso de Stephan Kunath, do Yacht Club Santo Amaro, sede da competição, que virou bem na chegada da primeira regata terminando o dia em 3º lugar. "Cometi um erro técnico na chegada da primeira regata e acabei perdendo duas posições. Na segunda velejei melhor e soube aproveitar bem as rajadas, mas ainda sim venci a regata por muito pouco. Tirando meu erro, estou feliz com o meu desempenho e gostei bastante de velejar no vento forte", conta Stephan.   
 
Alex Veeren, de Florianópolis, venceu a primeira regata e terminou a segunda na 4ª posição. Com esses resultados, o atleta do Iate de Santa Catarina lidera a classe Standard com 5 pontos perdidos, empatado com João Pedro de Oliveira, do Iate Clube do Rio de Janeiro. "Apesar de não gostar tanto de vento forte, na represa acabo preferindo essas condições. Tive mais facilidade na primeira regata porque conseguia ver melhor de onde vinham as rajadas e isso ajudou me desempenho. Já na segunda regata, a raia tinha muitos buracos de vento e acabei me perdendo um pouco", comenta Alex Veeren. 
 
Na 4.7 Andrey Godoy do CVVC, terminou as regatas do dia em 1º e 2º lugares e está em primeiro lugar da classe com 3 pontos perdidos. Pedro Bomeisel do YCSA, está em segundo lugar com 5 pontos perdidos. Os atletas voltam para a raia nesta quarta-feira. 
 
Futuro da vela - O Campeonato Brasileiro de Laser 4.7 está reunindo os dois ultimos campeões brasileiros de Optimist, Tiago Monteiro e Nicolas Bernal. Tiago Monteiro, do Cabanga Iate Clube, velejou no Optmist até outubro do ano passado quando venceu o Norte-Nordeste e este é seu primeiro grande campeonato na classe Laser. "Ainda estou muito cru no barco, mas estou dando o meu melhor. Espero terminar bem esta competição e adquirir experiência", comentou o velejador que ainda não definiu em qual classe continuará sua carreira na vela. 
 
Já o paulistano Nicolas Bernal acaba de ganhar o Brasileiro de Optimist, realizado em Vitória até o último sábado e, apesar de velejar em casa, também faz sua estreia em um brasileiro de Laser 4.7. "No Optimist os velejadores jogam mais com a regra, já no Laser,  por serem mais experientes, ouve-se menos gritaria e é preciso ter mais atenção. Ainda preciso me acostumar com o novo ambiente, mas espero terminar a comepetição entre os 10 primeiros", comentou o atleta de apenas 14 anos. 
 
Confira os melhores classificados após duas regatas:
 
Laser Standard
1º Alex Veeren, 5 pontos perdidos
2º João Pedro de Oliveira, 5 pp
3º Stephan Kunath, 8 pp
4º Felipe Echenique, 10 pp
5º Phillipp Grochtmann, 13 pp
 
Laser 4.7
1º Pedro Bomeisel, 3 pontos perdidos
2º Luiz Otávio Correia, 5 pp
3º Tiago Monteiro, 9 pp
4º Juliétty Tesch, 12 pp
5º Eduardo da Silva, 13 pp
 
Matéria: Mari Peccicacco


Compartilhar esta notícia:

  • Atlatimar
  • Porto Pacuba
  • Race in Sail
  • Sail Brasil
  • Tom & Cat
  • Karl Stanzel Fotgrafo
  • Sailing Solutions
  • Regatta
  • Notcias Nuticas
  • Jornal Almanutica

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Edson Régis, 481 - Jardim Guarapiranga

São Paulo - SP / Brasil CEP: 04770-050 - Como Chegar?

Telefones: (11) 5687-8847

Horrio de Atendimento:

De tera a sexta-feira: 8:00h s 18:00h

Sbados, domingos e feriado: 9:30h s 17:00h

Cadastre-se e receba nossa newsletter

Campo obrigatório.Verifique seu email.