Yacht Club Santo Amaro

English
English

Fechar

Notícias

Robert Scheidt impressiona pelo nível técnico

Maior medalhista olímpico do País volta à classe Laser e tem desempenho perfeito no Rio de Janeiro.

Rio de Janeiro (RJ) - O talento do maior medalhista olímpico do País chama a atenção de todos na Semana Brasileira de Vela. Depois de voltar para a Laser após um período vitorioso na Star, Robert Scheidt mostrou que não perdeu a mão na classe. O velejador paulista venceu as sete regatas da categoria até o momento no Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ). As provas desta quarta-feira (20) foram disputadas com ventos de médio para forte, variando de 12 a 17 nós na Baía de Guanabara. A sensação térmica na Cidade Maravilhosa ultrapassou os 40 graus, testando assim a parte física dos atletas que participam do primeiro evento na raia olímpica com nove classes que disputarão medalhas na vela em 2016.

"Estou feliz. O barco está rápido e taticamente velejo de maneira sólida. Consegui evoluir em relação ao último campeonato de Laser. Apesar de ter uma história na classe, eu me sinto um pouco surpreso com os resultados. É uma emoção nova. Fiquei tanto tempo afastado da categoria e esse retorno é como se estivesse num projeto novo. Aos poucos vou buscar o nível de 10 anos atrás quando dominava o cenário mundial", avaliou Robert Scheidt. 

"Errei pouco nas regatas desta quarta-feira e os resultados novamente apareceram. As largadas foram fundamentais para o desempenho, já que consegui controlar a flotilha do começo ao fim. A semana está sendo muito boa pra mim. Sete primeiros e boa técnica. Porém a pontuação não garante nada. O Bruno Fontes, que está em segundo, pode me passar na medal race (regata final que tem pontuação dobrada) se eu cometer algum deslize. Por isso preciso fazer mais um dia perfeito", contou Robert Scheidt, que soma apenas seis pontos perdidos. A Semana Brasileira de Vela tem na programação nove regatas na categoria e a medal race, marcada para a sexta-feira (22).

O próximo passo do bicampeão olímpico na Laser é testar seu desempenho em regatas internacionais. "Preciso saber como está meu nível em relação aos estrangeiros, principalmente os europeus. Preciso sentir os adversários e ver o nível de cada um". 

Os adversários reconhecem o alto nível de Robert Scheidt. Bruno Fontes, por exemplo, representou o Brasil em Londres/2012 e velejou de igual para igual com os melhores do mundo. Mesmo entre os top 10 do ranking, o catarinense sabe que o bicampeão olímpico está acima. "É natural a evolução dos atletas, mas ele é um fenômeno. Além de talento e boas largadas, o Robert treina bastante. Para a Semana Brasileira de Vela, ele passou sete dias na raia se adaptando. Não consegui chegar perto dele nessa competição. Ele é o cara, o melhor de todos os tempos", comentou Bruno Fontes.

Matheus Dellagnelo, campeão pan-americano de Sunfish e um dos talentos da nova geração da modalidade, é só elogios para Robert Scheidt. "Ele puxa o nível da classe. Com o Scheidt na água, as regatas ficam mais fortes tecnicamente, mas por enquanto ele sobra", disse o catarinense, que está em quinto no geral.

Na Laser Radial, o campeonato está um pouco mais equilibrado. Pelo menos é o que diz a tabela. Adriana Kostiw lidera, mas Fernanda Decnop tenta se recuperar com quatro pontos atrás. Nas provas do dia, Kostiw venceu as duas. "É um lugar que me inspiro bastante. Aqui conquistei um bronze pan-americano e sempre tenho bons resultados. Velejar no lugar mais lindo do mundo é muito legal. Consegui andar bem mais uma vez, porém as adversárias estão pressionando bastante".

Fernanda Decnop, que é a atual campeã brasileira, espera reduzir a vantagem nas regatas desta quinta-feira (21) e chegar com tudo na medal race. "As provas são pegadas do início ao fim. No estilo match race. Mas a competição é importante para ganhar ritmo e tempo de manobra. Isso ajuda bastante".

Duelo gaúcho na 470 - A classe 470 mistura duplas masculinas e femininas na raia. Após sete regatas e um descarte do pior resultado, os gaúchos Fábio Pillar e Samuel Albrecht lideram com 11 pontos perdidos. Nesta quarta, a dupla fez um primeiro e um segundo lugares. "Aqui na Semana Brasileira de Vela nossa dupla tenta velejar na base da superação. Para se manter em primeiro lugar, nós velejamos de maneira estratégica dando sempre o melhor. Falta um pouco de manobra, mas estamos na briga", reforçou Samuel Albrecht, que voltou a ser proeiro de Fábio Pillar. "Essa volta está sendo difícil, pois fiquei um tempo me dedicando à vela oceânica e não treinei muito".

Os gaúchos travam uma briga de alto nível na raia carioca com os conterrâneos Geison Mendes e Gustavo Thiessen, atuais campeões brasileiros, que somam 15 pontos perdidos. A classe 470 tem outro duelo no Rio de Janeiro. Agora na versão feminina. Por enquanto, Fernanda Oliveira/ Ana Barbachan tem vantagem de cinco pontos para Renata Decnop/Isabel Swan. 

Na classe Finn, Jorge Zarif e Bruno Prada duelam para ver quem é o principal na Finn no País. Por enquanto, Jorginho leva vantagem vencendo todas as regatas, mas o adversário medalhista olímpico promete reduzir a diferença e melhorar ainda mais o nível. "Os treinos entre a gente nos ajudam a velejar mais rápido. Os resultados melhoram internacionalmente com essa ajuda mútua", contou Jorginho.

Na 49er, que tem duplas masculinas e femininas na raia competindo em igualdade, os dinamarqueses Allan Norregaard e Aders Thomsen perderam a liderança para os brasileiros André Fonseca e Francisco Andrade. Os europeus não correram as duas primeiras do dia. Entre as mulheres, por enquanto, as líderes do ranking mundial, Martine Grael e Kahena Kunze, seguem com melhor aproveitamento. As outras duplas são: Juliana Mota/Stephanie Ferron e Juliana Senfft/Gabriela Nicolino. 

Na RS:X, a chamada prancha a vela, Patrícia Freitas e a campeã olímpica Marina Alabau (Espanha) travam um duelo acirrado. A brasileira tem vantagem de apenas um ponto após sete regatas. No masculino, Ricardo Winicki Bimba segue em segundo lugar, atrás do israelense Nimrod Maschiah. Em terceiro aparece o grego Byron Kokkalanis.

As regatas voltam a ser disputada nesta quinta-feira (20) a partir das 13h no Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ). A Semana Brasileira de Vela termina na sexta-feira (22) com as medal races. O evento conta com todas as classes do calendário olímpico de 2016, exceto a Nacra.

Resultados

Laser - após 7 regatas e 1 descarte
1º - Robert Scheidt - 6 pontos perdidos ([1]+1+1+1+1+1+1)
2º - Bruno Fontes - 12 pp (2+2+2+[3]+2+2+2)
3º - Eduardo Couto - 22 pp (5+4+[7]+2+5+3+3)

Laser Radial - após 7 regatas e um descarte
1ª - Adriana Kostiw - 7 pp (2+1+[3]+1+1+1+1)
2ª - Fernanda Decnop - 11 pp (1+2+1+2+3+[4]+2)
3ª - Maria Cristina Boabaid - 18 pp (3+3+[5]+4+2+2+4)

470 Masculino - após 7 regatas e 1 descarte 
1º - Fábio Pillar/Samuel Albrecht - 11 pp (1+1+2+4+[5]+2+1)
2º - Geison Mendes/Gustavo Thiesen - 15 pp (2+2+3+[5]+4+1+3)
3º - Henrique Haddad/ Bruno Bethlem - 22 pp (4+4+[6]+6+3+3+2)

470 Feminino - após 7 regatas e 1 descarte 
1ª - Fernanda Oliveira/Ana Barbachan - 19 pp (5+[6]+1+1+1+6+5)
2ª - Renata Decnop/Isabel Swan - 24 pp ([6]+5+5+2+2+4+6)

Finn - após 7 regatas e descarte 
1º - Jorge Zarif - 6 pp ([1]+1+1+1+1+1+1)
2º - Bruno Prada - 12 pp (2+2+2+2+2+[3]+2)
3º - Pedro Trouche- 20 pp (3+3+4+[6]+5+2+3)

49er - após 11 regatas e 1 descarte
1º - André Fonseca/Francisco Andrade - 17 pp ([2]+2+2+1+2+2+2+1+1+2+2) 
2º - Allan Norregaard/Aders Thomsen (DIN) - 24 pp (1+1+1+5+1+1+1+[11]+11+1+1)
3º - Rodrigo Monteiro/Filipe Novello - 39 pp (5+3+4+3+5+4+4+3+3+[6]+5) 

49er FX - após 11 regatas e 1 descarte
1ª - Martine Grael/Kahena Kunze - 51 pp ([7]+6+5+6+4+5+5+5+6+5+4)
2ª - Juliana Mota/Stephanie Ferron - 85 pp (9+8+7+7+11+7+8+8+[11]+9+11)
3ª - Juliana Senfft/Gabriela Nicolino - 94 pp (8+[11]+11+8+11+9+10+9+8+11+9) 

RS:X Masculino - após 7 regatas e 1 descarte
1º - Nimrod Maschiah (ISR) - 11 pp (2+2+2+1+[4]+3+1)
2º - Ricardo Santos - 16 pp (3+3+3+2+3+2+[4])
3º - Byron Kokkalanis (GRE) - 17 (5+5+1+3+1+[6]+2) 

RS:X Feminino - após 7 regatas e 1 descarte
1- Patricia Freitas - 8 pp (1+1+1+1+[2]+2+2)
2- Marina Alabau (ESP) - 9 pp ([2]+2+2+2+1+1+1)
3- Bruna Martinelli - 20 pp (3+3+3+[5]+4+3+4)

A Semana Brasileira de Vela é organizada pela Federação de Vela do Rio de Janeiro. O evento tem o apoio do Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ).

Resultados completos no endereço:
http://www.icrj.com.br/vela/eventos/2013/semana_brasileira_vela.htm

Flávio Perez - Mtb.: 45562
E-mail: flavio@zdl.com.br

 



Compartilhar esta notícia:

  • Atlatimar
  • Porto Pacuíba
  • Race in Sail
  • Sail Brasil
  • Tom & Cat
  • Karl Stanzel Fotógrafo
  • Sailing Solutions
  • Regatta
  • Notícias Náuticas
  • Jornal Almanáutica

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Edson Régis, 481 - Jardim Guarapiranga

São Paulo - SP / Brasil CEP: 04770-050 - Como Chegar?

Telefones: (11) 5687-8847

Horário de Atendimento:

De terça a sexta-feira: 8:00h às 18:00h

Sábados, domingos e feriado: 9:30h às 17:00h

Cadastre-se e receba nossa newsletter

Campo obrigatório.Verifique seu email.