Yacht Club Santo Amaro

English
English

Fechar

Notícias

Atleta do YCSA é o novo campeão brasileiro de Optimist

Novo campeão brasileiro de Optimist quer defender o País nas Olimpíadas de 2020

Pedro Correa faturou a competição de base da vela nacional no Yacht Club de Santo Amaro. O garoto de São Sebastião (SP) chegou entre os 10 primeiros em todas as regatas. A campeã foi Olivia Belda, também de São Paulo

São Paulo (SP) - O paulista Pedro Correa deu show na Represa do Guarapiranga e se tornou campeão brasileiro de Optimist, categoria de introdução à vela. O garoto de 15 anos não precisou dos pontos da última regata desta quarta-feira (23) para vencer a competição no Yacht Club de Santo Amaro (YCSA), que reuniu 135 participantes de oito estados. O desempenho colocou o atleta como um dos futuros candidatos a representar o País nos Jogos Olímpicos de 2020.

"Ainda tenho alguns anos para me aprimorar na vela. É uma modalidade que exige treino e disciplina. É claro que tenho a intenção de disputar uma Olimpíada, mas não posso pular etapas", declarou Pedro Correa, que deve passar para a classe 420 no ano que vem e no futuro correr de 470, umas das classes olímpicas.

"O campeonato foi bastante técnico e consegui seguir a minha estratégia nas 12 regatas. Não podia arriscar pelo tamanho da flotilha e, principalmente, por ter apenas um descarte. Fiz a média necessária para sair vencedor. Sei que nas futuras classes a dificuldade só aumentará e esse aprendizado na base é fundamental", disse o campeão brasileiro de Optimist, que terá um ano repleto de competições internacionais na categoria. No final de março, Pedro Correa participa do Sul-Americano, em Porto Alegre (RS). Depois, o garoto de São Sebastião, que defende as cores do YCSA há três anos, espera fazer parte da delegação nacional no Mundial da Itália, no meio do ano.

A mãe de Pedro Correa era só emoção. Desde a largada na manhã desta quarta-feira até a chegada do garoto ao clube, Letícia Marcondes não escondia a expectativa. Cardiologista de profissão, a médica sentiu na pele os sintomas de seus pacientes em São Sebastião. "Foi emoção do começo ao fim. O Pedro foi muito bem e mostrou talento para a vela. Eu acompanho de perto desde o início da carreira dele. A vela transformou a vida do meu filho", explicou.

"Eu apoio o sonho dele ser um velejador de alto rendimento, mas já está combinado que os estudos estarão em primeiro lugar", adiantou Letícia Marcondes. A cardiologista lembrou que a família dela não tem tradição da vela, mas tudo começou quando, grávida de Pedro, ela aprendeu a velejar de Laser na sua cidade.

Pedro Marcondes iniciou a carreira aos 10 anos de idade no projeto social de São Sebastião. O talento do menino apareceu e os pais recorreram ao Yacht Club de Santo Amaro, que colocou o garoto entre seus pupilos.

O vice-campeão foi Gabriel Camargo do Veleiros do Sul, de Porto Alegre (RS). O gaúcho tem apenas 12 anos e. além da medalha de prata do geral, foi o campeão entre os infantis. "É para comemorar o resultado porque estou na disputa contra os mais velhos. Consegui velejar bem o campeonato inteiro," resumiu.

Olivia, a campeã - No feminino, a campeão foi Olivia Belda, 16a. colocada na classificação geral. A menina de 12 anos é integrante do Clube de Campo de São Paulo e não largou em nenhum momento sua boina rosa. "É inseparável", contou. A atleta tem mais três anos de Optimist e espera conquistar o título geral do Brasileiro nos próximos anos. "Será muito difícil, mas eu posso conseguir. Basta treinar e se dedicar ainda mais à vela". A vice-campeã foi Luiza Cruz, do Iate Clube da Bahia.

As três regatas desta quarta-feira foram disputadas com ventos de 8 nós de média na Represa do Guarapiranga. A chuva, mais uma vez, voltou a dar as caras, como em todo campeonato disputado nas férias de verão.

"Os garotos saem do Optimist preparados para as classes olímpicas e pan-americanas. O evento no YCSA foi equilibrado e venceu o melhor. A dica para os novatos é sempre buscar manter uma média", adiantou Marcos Biekarck, coordenador do Brasileiro de Optimist 2013.

Os resultados finais demonstram o equilíbrio do campeonato. Entre os 10 primeiros no masculino, Rio de Janeiro tem três velejadores, São Paulo e Rio Grande do Sul, dois cada, além de Brasília, Pernambuco e Bahia com um cada. No feminino, entre as cinco primeiras, duas do Rio Grande do Sul e uma de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

Resultado final individual - 12 regatas com 1 descarte

Masculino

1.- Pedro Correa (YCSA/SP), 39 pontos pedidos
2.- Gabriel Camargo (VDS/RS), 45 pp
3.- Pedro Zonta (CDJ/RS), 64 pp
4.- Lucas Faria (ICB/DF), 66 pp
5.- Tiago Monteiro (CICP/PE) - 67 pp
6.- Gerald Wicks (YCB/BA) - 70 pp
7.- Felipe Werwie (ICRJ/RJ) - 82 pp
8.- Iagor Franco (ICRJ/RJ) - 84 pp
9.- Gustavo Ribeiro (ICRJ/RJ) - 100 pp
10.- André Fiuza (CCSP/SP) - 101 pp

Feminino
1.- Olívia Belda (CCSP/SP), 127 pontos perdidos
2.- Luiza Cruz (YCB/BA), 134 pp
3.- Clara Penteado (YCRJ/RJ), 149 pp
4.- Ana Paula do Canto (VDS/RS), 171 pp
5.- Camila Maia (CDJ/RS), 190 pp

Campeonato por equipes - O evento terá nesta quinta-feira (24) os duelos por equipes. Se tiver vento, a competição termina no mesmo dia, ficando a sexta-feira apenas para a cerimônia de premiação. Serão 16 times formados por quatro velejadores do mesmo estado ou clube que se enfrentam em uma espécie de mata-mata. Quem perder duas é eliminado automaticamente. As regatas são rápidas, em torno de 10 minutos, e o grupo que somar menos pontos é o vencedor.

O evento tem patrocínio do Sistema ANGLO de Ensino - Abril Educação. São sete estados ao todo e mais o Distrito Federal na disputa. A maior flotilha é do Rio de Janeiro, com 40 atletas. São Paulo, que sedia o campeonato, conta com 30 mirins. Na sequência aparecem Bahia (16), Rio Grande do Sul (16), Paraná, Distrito Federal (10), Pernambuco (10) e Santa Catarina (3).

A 41ª edição do Brasileiro de Optimist tem patrocínio do Sistema ANGLO de Ensino - Abril Educação e tem tudo para ser o melhor da história no Yacht Club de Santo Amaro (YCSA), clube responsável pela realização do evento, que tem a supervisão técnica da Confederação Brasileira de Vela e Motor e apoio da Federação Paulista de Vela. 



Compartilhar esta notícia:

  • Atlatimar
  • Porto Pacuíba
  • Race in Sail
  • Sail Brasil
  • Tom & Cat
  • Karl Stanzel Fotógrafo
  • Sailing Solutions
  • Regatta
  • Notícias Náuticas
  • Jornal Almanáutica

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Edson Régis, 481 - Jardim Guarapiranga

São Paulo - SP / Brasil CEP: 04770-050 - Como Chegar?

Telefones: (11) 5687-8847

Cadastre-se e receba nossa newsletter

Campo obrigatório.Verifique seu email.