Yacht Club Santo Amaro

English
English

Fechar

Notícias

Scheidt se mantém na vice liderança da Copa Brasil

Scheidt cruzou a linha de chegada na segunda posição nas duas regatas deste quarta-feira (21), em Florianópolis.

Robert Scheidt segue velejando em alto nível em seu retorno à classe laser. Nesta quarta-feira (21), no Iate Clube de Santa Catarina – Sede Jurerê, em Florianópolis, o bicampeão olímpico cruzou a linha de chegada em segundo nas duas regatas do dia da Copa Brasil de Vela. Com os resultados, segue na segunda colocação na classificação, com sete pontos perdidos. Ele está três pontos atrás do líder Bruno Fontes, que ganhou as duas provas e tem quatro pontos perdidos. A pontuação já leva em conta um descarte.
 
A participação na Copa Brasil marca o retorno de Scheidt à classe que o consagrou com duas medalhas de ouro olímpicas (Atlanta/96 e Atenas/2004) e 11 Campeonatos Mundiais. Já no primeiro dia, na terça-feira (20), ele venceu a primeira regata. Na sequência, fez um segundo e um terceiro lugares. A competição vale vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 e Robert segue com chances, mas avisa que sua meta não é essa. “Quero me divertir no barco que gosto muito e que me deu tantas conquistas. Nesse momento não penso em campanha olímpica e nem em Pan. Claro que vou lutar para obter o melhor resultado possível, mas sem pressão”, completa.
 
Robert Scheidt volta a disputar uma grande competição na classe laser após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Ele venceu a última regata, a medal race, mas terminou a competição em quarto lugar. Há dez dias, Scheidt conquistou o Sul-Americano de Star, no Rio de Janeiro, ao lado de Arthur Lopes. “Sinto um pouco a falta de ritmo de regata no laser, mas vou continuar batalhando e tentando melhorar a cada dia, buscando uma regularidade em todas as provas até o último dia”, explicou o atleta, que tem patrocínio do Banco do Brasil e Rolex e apoio do COB e CBVela.
 
A Copa Brasil de Vela 2018 é classificatória para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 nas classes Fórmula Kitesurfe, Snipe Mista, RS:X Masculina, RS:X Feminina e Laser Standard. Já na Nacra 17, a competição vale vaga para o país e para os atletas no Pan.
 
Próxima parada, Bahamas – Após a Copa Brasil, Scheidt volta as atenções para a disputa da SSL Finals, em dezembro, nas Bahamas. Para essa competição, vai formar dupla como Henry Boenning, com quem conquistou o vice-campeonato em 2017. 
 
Carreira vitoriosa - Robert Scheidt tem duas medalhas de ouro olímpicas (Atlanta/96 e Atenas/2004 e uma prata (Sidney/2000) na classe Laser, mais uma prata e um bronze na Star (Pequim/2008 e Londres/2012). Ao todo, são 11 títulos mundiais na Laser e três na Star. Na Rio/2016, terminou na quarta colocação. Scheidt tem patrocínio do Banco do Brasil e Rolex e apoio do COB e CBVela.
 
Matéria: ZDL


Compartilhar esta notícia:

  • Atlatimar
  • Porto Pacuíba
  • Race in Sail
  • Sail Brasil
  • Tom & Cat
  • Karl Stanzel Fotógrafo
  • Sailing Solutions
  • Regatta
  • Notícias Náuticas
  • Jornal Almanáutica

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Edson Régis, 481 - Jardim Guarapiranga

São Paulo - SP / Brasil CEP: 04770-050 - Como Chegar?

Telefones: (11) 5687-8847

Cadastre-se e receba nossa newsletter

Campo obrigatório.Verifique seu email.